O Literamaniaca é só sobre literatura?

Por Cecilia Fernandes - quarta-feira, janeiro 23, 2019

Durante a reestruturação e atualização do Literamaniaca fui confrontada com o questionamento que intitula essa publicação, responsável por despertar questionamentos e me fazer revisitar a história do blog. O Literamaniaca existe há quatro anos, tendo mudado sua aparência, seu domínio online e seu conteúdo enquanto eu mesma fui amadurecendo e modificando meus conceitos quanto ao que a plataforma significa.


Quando o blog teve início, em meados de maio de 2014, eu tinha 13 anos. Em um quarto de hotel de São Paulo, durante minhas primeiras aventuras na cidade, terminei de ler o último volume da saga literária A Seleção, da escritora Kiera Cass e senti a necessidade de compartilhar minhas opiniões e impressões na internet. Como era muito nova, não acessava redes sociais, mas tinha conhecimento da existência do Blogger, plataforma de criação de sites para diversas finalidades, acabei criando o blog e escrevendo o texto de maneira impetuosa e desajeitada, somente para concretizar pensamentos.


O nome Literamaniaca surgiu de um termo adotado por um professor. Ele se queixava do meu hábito de esconder um livro no fichário e ler durante suas aulas, ignorando completamente a matéria. Durante uma de suas queixas, ele inventou esse termo que acabou fixado em mim, retornando no momento em que o blog precisava de um nome para criação. A minha versão de 13 anos pegou gosto pela liberdade de expressão em um espaço da internet e daí iniciaram as postagens que me trouxeram até aqui.


Na época, eu planejava tratar com maior profundidade sobre livros, resenhas opinativas, listas de indicação e todo o universo relacionado à literatura. A inspiração partiu das blogueiras e youtubers que acompanhava sempre, responsáveis pela atualização constante da minha lista de livros e leituras. Entretanto, o processo produtivo acabou mudando minha opinião. A resenha crítica basicamente une a escrita opinativa com a escrita descritiva e informativa a respeito do que está sendo analisado, mas é um gênero textual que apresenta certas limitações de ideias e um formato de texto específico.


É importante dizer que este formato não é a mesma coisa que uma estrutura textual, como uma redação dissertativa modelo ENEM, por exemplo. O formato da resenha crítica demanda uma sequência e um encadeamento de informações para compreensão do leitor que não me agradava, não era o mesmo divertimento, apesar de ser um treino importante para os dia atuais.


Nesse sentido, as mudanças começaram a acontecer. O Literamaniaca passou a se tornar cada vez mais significante e desenvolvido em minha vida, tendo sua linha editorial e seu enfoque alterado de acordo com todos os outros processos da minha vida. Atualmente, depois de tantos estudos e opiniões, acredito que o Litera é um blog de cultura e comportamento, não se concentra necessariamente e unicamente em literatura, apesar da maior parte do conteúdo atual ser relacionado ao tema de alguma forma.


No blog, abordo sobre cinema, fotografia, literatura, música, é um espaço em que escrevo sobre comportamento e pensamentos por meio de textos como esse. A graduação em Jornalismo e os cursos complementares que tenho feito amadurecem minha escrita e permitem com que haja profundidade no que escrevo, o que fortalece meu vínculo com o blog. O blog passou a ser não somente um espaço pessoal para escrita criativa, mas também uma forma de treinar e aperfeiçoar minhas habilidades.


Mas Cecília, por que você não muda o nome do blog?


Bem, existem várias questões relacionadas à essa mudança. A primeira delas é que o Literamaniaca está cadastrado na plataforma de hospedagem e garantida financeiramente como minha propriedade, o que inclui um gasto e uma vantagem de mercado também. Além disso, no Twitter e Facebook, o nome está garantido na minha posse e com um histórico de engajamento e presença que o associam ao meu nome, ao meu currículo e LinkedIn.


Acima dessas questões técnicas e burocráticas, encontra-se o valor sentimental. A história por trás do nome Literamaniaca remete à quatro anos da minha vida pessoal, uma trajetória repleta de altos e baixos que vão além da literatura tradicional relacionada aos livros em estantes. O significado de literatura, que pode ser associado à arte de compor e criar textos, é adaptável a contextos com funcionalidades diversas, assim como eu e como o blog em si.


Portanto, a resposta é não. O Literamaniaca é sobre diversos assuntos, citados anteriormente, mas é também sobre literatura em suas diferentes expressões.

Se essa é sua primeira vez aqui no blog, sinta-se à vontade, tome um café, coloque seu melhor pijama e aproveite o conteúdo existente. Cada texto, linha, frase e postagem nessa plataforma representam uma parte de mim: a pessoa que eu fui, que sou e ainda serei, a mesma menina de 13 anos digitando em um celular minúsculo na Grande São Paulo e a mulher de dezoito anos escrevendo durante a madrugada.

  • Compartilhe:

Postagens relacionadas

0 comentários