Meu aniversário de 16 anos

domingo, novembro 20, 2016 Cecilia Fernandes 0 Comments

Alô, alô vocês ai que gostam de um bom aniversário assim como eu
Dia 11 de novembro, sexta feira retrasada, foi meu dia favorito do ano: o meu aniversário. Fiquei fazendo contagem regressiva desde o dia 30 de outubro e me mantive extremamente ansiosa até a dar meia noite da sexta feira e esse dia maravilhoso começar. Na minha cabeça, era pra ser um dia extremamente comum e feliz como todos os meus aniversários são, mas acabou saindo completamente do padrão que estava acostumada e no final de tudo foi um dia que nunca vou me esquecer.
Demorei um pouco para conseguir reunir os presentes e as fotos, mas decidi separa-las e contar detalhes desse dia, tanto como forma de compartilhar minha felicidade com quem acompanha o blog como uma maneira de agradecer por cada indivíduo que arquitetou meu dia 11 e o fez tão maravilhoso. Espero que gostem.
Essa foi minha primeira foto com 16 anos, pelo fato do meu aniversário cair numa sexta feira, eu fiquei o dia todo na escola fazendo prova e só tive chance de parar na saída, enquanto esperava meu pai no açaí do outro lado da rua.
O sorriso na foto é natural, o dia havia sido ótimo por causa dos meus amigos que ficaram todos os momentos rindo comigo e no meio daquela confraternização, quando voltei do almoço, fui surpreendida pelo ensino médio inteiro do meu prédio cantando parabéns e me fazendo ficar roxa de vergonha, nunca fui tímida, mas confesso que naquele momento só quis me esconder por ver todo mundo pulando em volta de mim.
Entre gritarias, brincadeiras e sorrisos sinceros com amigos maravilhosos, eu decidi tirar uma foto para capturar o início do novo ciclo que o meu aniversário trás. Estava cansada da prova, ansiosa para abrir meus presentes, cercada de boas energias e por consequência extremamente feliz, pode não ser a melhor foto que já tirei, mas é sincera o bastante para ter significado.
ps: sim, meu cabelo tá preto, eu escureci ele de novo

Alguns presentes materiais, porque o dia foi repleto de momentos e presentes sentimentais que não vou esquecer tão cedo. O primeiro que veio para minha mão foi esse desenho maravilhoso feito pela minha amiga Lilliam que sempre faz essas artes sensacionais em todo pedaço de papel em branco que ela pode encontrar, decidi emoldura-lo para colocar o mesmo junto aos outros quadros do meu quarto e prometo que irei postar no Instagram o resultado do processo. O segundo presente foi o colar de ametista que outra amiga minha fez de presente, é lindo e a pedra o torna pesado, mas a energia em torno do cristal é ótima e combina comigo de todas as formas.
O terceiro presente que ganhei foi o celular, quando cheguei em casa fui surpreendida por esse aparelho que eu amo muito e sou muito grata por ter, depois de reclamar muito com meus pais sobre meu celular antigo e sobre como precisava de um novo, tomamos a atitude de escolher o Moto G4 Play e compra-lo. Apesar dos conflitos envolvendo esse celular, foi uma ótima escolha e é um celular incrível para mim. O quarto presente foi meus dinheirinhos, meus temers, meus money, que me permitiram bancar e comprar outras coisas menores também, ganhei o dinheiro da minha família e tenho utilizado ele para renovar detalhes do meu quarto. 
O quinto presente foram os anéis novos, esse japamala vermelho e um filtro dos sonhos, meus pais me levaram para fazer a compra da capinha do celular e eu os arrastei para a loja de itens hippies que tinha na mesma avenida, logo compramos mais acessórios que tanto gosto. O sexto presente foi esse gorro do meu amigo, nunca usei gorro, mas gostei muito desse a ponto de usa-lo constantemente quando chove e quando saio. O sétimo presente foi o livro After - Depois da Verdade que comprei durante um rolê em Brasília na semana passada, durante um passeio com meu amorzinho, a viagem em si também foi outro presente incrível e me levou a roubar esse panda de pelúcia durante o processo. O oitavo presente foi esse journal vermelho, o meu antigo acabou e ainda bem que meu outro amigo se dispôs a comprar um novo da marca Cícero para mim, além desse journal ele me deu a versão em inglês de Alice no País das Maravilhas e Alice Através do Espelho que está ali no cantinho da foto. 

Além desses presentes materiais, vieram os presentes mais sentimentais para mim que decidi compartilhar numa parte separada, principalmente pela mudança que cada um deles causou em mim. Os dois primeiros são os dai de cima: o anúncio da parceria e o show da AnaVitória. 
O anúncio da parceria com o Projeto Elas Como São feito pela Bia, lá na fanpage do trabalho dela significou muito para mim, tanto por representar minha primeira atividade profissional, minha primeira atitude independente, quanto por ser o início de uma amizade e uma parceria com uma moça muito lega, além disso, tenho tido a oportunidade de me aperfeiçoar quanto a escrita e a fotografia por conta desses trabalhos com ela.
O show da AnaVitória aqui em Goiânia foi um momento incrível, desde cedo acompanho essas moças e quando soube que elas iriam cantar aqui não tardei a comprar o ingresso e implorar para que meus pais deixassem eu ir, acabei indo com meu amigo e não com o meu irmão como planejado, mas foi fabuloso vê-las a alguns passos de mim cantando tão lindamente músicas que muito gosto. Sentir a energia dessas moças, ouvi-las fazendo piadas, reencontrar amigas minhas que não via a muito tempo e acabei encontrando por acaso, conhecer pessoas ali no meio daquela alegria toda, enfim, foi um presente maravilhoso e na minha cabeça era o único grande evento do dia, mas não foi.

Eu ganhei uma festa surpresa {AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA} e foi realmente uma surpresa, embora meus amigos tenham deixado várias dicas no ar, fui muito lerda e só entendi o que estava acontecendo quando cheguei do show abri a porta do fundo da casa e fui recebida por esses seres humanos maravilhosos gritando comigo. Eu tomei um susto enorme, fiquei um pouco tonta por não espera-los e só caiu a ficha quando tirei essa foto junto a eles, embora a festa tenha sido planejada desde o dia 28 de outubro, algumas pessoas não puderam comparecer, mas mantiveram a discrição durante todo o dia que estiveram comigo e ficaram tão felizes quanto eu ao me ver empolgada com a festa.
Foi minha primeira festa surpresa, com direito a doces caseiros, um bolo de chocolate com ameixa sensacional, muitos refrigerantes e esses copos amarelos que se multiplicaram pela casa. Fiquei muito feliz ao ver o carinho que essas pessoas tiveram por mim e tenho somente a agradecer por terem programado tudo isso, reconheço que fui trouxa por não ter percebido e por ter ficado triste já que ninguém me deu parabéns direito até eu chegar em casa e ver a surpresa. Vou levar essa foto e esse momento comigo para sempre, assim como cada um daqueles que fizeram isso acontecer.

Além disso tudo, eu ganhei duas viagens muito importantes esse ano: a de São Paulo, no começo de setembro, para a incrível e inesquecível Bienal do Livro e a de Brasília do dia 14 de novembro. 
A de São Paulo foi tudo que eu esperei e mais um pouco, tive oportunidades incríveis de conhecer gente nova, de conhecer novos espaços, de comprar livros excelentes e ver a cidade um pouco mais do que já conhecia, por ter ido com o meu pai foi tudo mais divertido e empolgante, poder explorar novas regiões e andar para todos os lados fez com que tudo fosse ainda mais significativo e marcante. A viagem para Brasília, que foi recente, significou bastante por ter sido uma experiência nova, passei o dia com uma pessoa que gosto muito e tive conversas importantes com o meu pai, acabei postando uma foto no instagram que gerou uma movimentação nova na minha vida, acredito que essa viagem tenha sido o começo de um novo ciclo também, uma enorme chance de amadurecer, de aprender e mudar certas opiniões minhas.

Para concluir a postagem, com essas fotos lindas do meu rolê em Brasília, quero agradecer a cada pessoa que fez parte desse mês e desse período comemorativo, desde meus pais até os novos amigos que fiz no caminho de tudo. Fico muito feliz com meu aniversário por motivos assim, sempre encaro esse dia como um motivo para comemorar por ter vivido mais um ano, por ter conquistado tanta coisa, pelas mudanças que fizeram de mim quem eu sou e pelos pequenos detalhes que acompanham o tempo entre um aniversário e outro.
Com 16 anos, tudo que desejo é ser uma pessoa melhor, melhorar minhas capacidades e poder me orgulhar de mais um ano. Que esse período venha repleto de desafios, oportunidades e pessoas novas dispostas a me acompanharem nas aventuras que virão. Gratidão! 

0 comentários: