Maratona do Oscar 2016

segunda-feira, fevereiro 15, 2016 Cecilia Fernandes 1 Comments


Alô, alô cinéfilos
Hoje, dia 14 de janeiro de 2016, a lista dos indicados ao Oscar desse ano foi anunciada pela famigerada (e também amada) Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood na manhã de hoje, o vídeo das indicações e a lista completa pode ser conferida no site do G1. Empolgada, porém atrasada, fui conferir a lista após algumas horas e determinei quais filmes vou assistir para poder acompanhar a premiação, que só acontece no dia 28 de fevereiro, dignamente. Por motivos de sempre, decidi compartilhar os que mais anseio ver ganhar, espero que gostem :)
(via)
Sinopse: A única coisa no mundo que o menino Jack (Jacob Tremblay) conhece é um quarto com uma pequena janela. É nesse lugar que ele nasceu e de onde nunca saiu. A criança já está com 5 anos e começa a questionar sua mãe (Brie Larson) o motivo de viverem presos no quarto, até o dia em que ele tem a chance de desbravar aquilo que nunca conheceu.
Por que eu quero que ganhe: pela cenografia que se aproximou muito da que havia imaginado, pelo fundo moral presente no filme, pelo trabalho dos atores entrando no personagem e também pela viagem emocional que Jack nos faz experimentar a partir de sua inocência
Indicações: Melhor Filme; Melhor atriz para Brie Larson; Melhor Diretor para Lenny Abrahamson; Melhor Roteiro Adaptado; 

(via)
Sinopse: No século 19, o explorador Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) comanda uma ação no rio Missouri. No local ele acaba sendo atacado por um urso. Em vez de ajudarem, os trabalhadores que o acompanhavam o deixam à própria sorte e ainda roubam os pertences de Glass. Para a surpresa do grupo, o explorador sobreviveu e ele está sedento por vingança.
Por que eu quero que ganhe: pela força que cada personagem tem, pelas emoções que transportam quem assiste para dentro da história, pelo empenho dos atores e também do diretor Alejandro e também pela capacidade de transmitir aos telespectadores a realidade presente no enredo.
Indicações: Melhor Filme; Melhor ator para Leonardo DiCaprio #vaiLeo; Melhor Mixagem de Som; Melhor diretor para Alejandro Gonzáles; Melhor Design de Produção; Melhor Fotografia; Melhor Figurino; Melhor Efeitos Visuais; Melhor Montagem; Melhor ator Coadjuvante para Tom Hardy; Melhor Edição de Som e Melhor cabelo e maquiagem.

(via)
Sinopse: 
O veterano Rocky Balboa (Sylvester Stallone) pode não estar mais nos ringues em disputas deboxe, mas continua com o vigor de sempre, agora como treinador. Sob sua batuta está o jovem Adonis Creed (Michael B. Jordan), neto do lutador Apollo Creed, que enfrentou Balboa várias vezes no ringue.
Por que eu quero que ganhe: pelo fato do Rocky Balboa ter marcado uma geração, agir como um ícone de motivação, superação e acima de tudo força, pela grande expressão emocional transmitida por ele como tutor do protagonista e também do telespectador, pelo enredo e também por reviver um personagem enquanto tece a criação de outro. 
Indicações: Melhor Ator Coadjuvante para Sylvester Stallone.

(via)
Sinopse: Décadas após a queda de Darth Vader e do Império, surge uma nova ameaça: a Primeira Ordem, uma organização sombria que busca minar o poder da República contando com a liderança de novos vilões comandados pelo poderoso e enigmático Líder Snoke, a história se passa ao redor de Luke Skywalker (Mark Hamill), o último Jedi que se encontra desaparecido e é buscado pelos dois lados da Força por meio de informações fragmentadas. Tudo começa quando um mapa que pode facilitar a busca é deixado por Poe Dameron (Oscar Isaac) sobre os cuidados do pequeno androide BB8, que foge pelo deserto e encontra a jovem Rey (Daisy Ridley), uma catadora de lixo espacial comprometida a entregar o mapa nas mãos da Resistêcia e encontrar o herói da galáxia. 
Por que eu quero que ganhe: por ter visto todos os outros filmes pude acompanhar a evolução dos efeitos, personagens, histórias, atores e também dos vilões até o sétimo filme da saga e Star Wars merece justamente por essas diferenças tanto cinematográficas quanto sociais, pelo enredo, pelas expectativas e dúvidas que o filme gerou
Indicações: Melhor trilha sonora; Melhor montagem; Melhores efeitos especiais (parece que o jogo virou ein)

Sinopse: Califórnia, década de 1980. Cinco jovens usam suas experiências pessoais na produção de músicas honestas, rebeldes, diferentes e totalmente contra o sistema. Surge o N.W.A (Niggaz Wit Attitudes), que dá voz a uma geração e promove a explosão do gansgta Rap
Por que eu quero que ganhe: pela história real, o grupo NWA existiu e continha o famigerado Dr. Dre, o ator e compositor Ice Cube, o rapper Eazy E e outros dois integrantes que participaram da história do conjunto como é retratado no filme, por retratar uma realidade conhecida entre jovens negros, mas nem sempre tão citada socialmente, pela honestidade e respeito quanto au grupo e a sua ideologia.
Indicações: Melhor Roteiro Original (really?)

Fontes
Sinopses por: Cinema10
Indicações por: G1

Um comentário:

  1. Vi o Regresso! Vai levar todos os Oscars técnicos, mas dessa vez não leva o de melhor diretor nem melhor filme... E não é porque ano passado já abocanhou os prêmios, mas é porque o Iñarritu falha em algumas coisas, principalmente naquela insistência espiritual que não encaixou com o enredo. Tenho a mesma opinião que o Pablo Villaça nesse ponto, as cenas em plano único são INCRÍVEIS, Leo Di Caprio tá no ano dele (agora leva!), mas esse misticismo não encaixou nadinha nem com a personalidade do Hugh muito menos com o enredo da história, ficou meio nadavê.

    Depois lê a crítica do Pablo e me diz o que achou :)
    Pra mim quem vai levar melhor filme é A Grande Aposta!

    Beijo
    http://coffeepocket.com

    ResponderExcluir