Resenha: O Teste

terça-feira, janeiro 19, 2016 Cecilia Fernandes 0 Comments


Alô, alô bibliomaníacos
É de conhecimento geral o meu nível de procrastinação quando o assunto é resenha literária, mas por motivos de amor em excesso pelo primeiro livro que li no ano e também pela minha história com ele optei por deixar a preguiça de lado e criar uma boa resenha utilizando de meus métodos fotográficos e recentes aprendizados de edição. Espero que gostem :)

O livro conta a trajetória de Malencia Vale (ou apenas Cia), uma adolescente simples que vive em uma sociedade dividida em Colônias por consequência de uma enorme guerra causada pelos líderes das nações que conhecemos hoje, essas Colônias vivem sobre o domínio da Comunidade das Nações Unificadas, responsável por selecionar os melhores e mais brilhantes jovens recém-formados para um programa conhecido como O Teste que busca criar líderes para a reconstrução do mundo pós-guerra.

Aos 16 anos tudo que Cia deseja no dia em que se forma é ser selecionada para O Teste e encontrar seu próprio caminho podendo ajudar a Comunidade, distante da pequena e ignorada Colônia Cinco Lagos onde mora e consequentemente de sua família. Seu pai, que fora selecionado para O Teste, afirma que ela não pode confiar em ninguém um dia antes de sua ida para a Tosu City, capital da CNU, revelando segredos guardados por ele que nunca falara o que aconteceu durante o evento; 

E o que Cia está prestes a descobrir é que os jovens estão a mercê de um programa que mais parece uma máquina trituradora de sonhos, inocência, futuro e pessoas. De modo brutal, ele eliminam os fracos e escolhem os fortes vigiando-os a cada passo e respiração, cabe a Cia decidir tornar-se a heroína a favor das ações do governo ou a rebelde que se vira contra o opressor.

Meu pai e eu fomos ao shopping comprar itens novos de decoração para casa quando decidimos parar na Saraiva, naquele momento eu não tinha a minha lista de livros em mãos, por isso apenas vaguei pelas estantes procurando algo que atraísse meu olhar e não fosse assim tão ruim. Sem querer julgar pela capa, mas já julgando, as cores e as frases marcantes escritas na capa me fizeram pegar o livro em mãos e ler a sinopse rapidamente apenas para confirmar que não seria assim interessante, mas depois de vê-lo três vezes em outras estantes me deixei levar e também o levei comigo junto a um livro do meu amado Julio Verne. 

É, um dia eu aprendo a não confiar taaanto no meu julgamento: acontece que eu me apaixonei por Cia Vale e pela escrita da Joelle Charbonneau que utiliza da narrativa em primeira pessoa para exprimir dentro de cada página uma emoção diferente guiada pela protagonista e pelos elementos espaciais ao seu redor. Por meio de Cia, a escritora nos leva para dentro do livro, como se fôssemos um dos espectadores acompanhando O Teste de longe, dessa forma ela nos faz saborear cada página dignamente sempre ansiando pela próxima reviravolta e surpresa que o programa esconde.

A história se assemelha com Jogos Vorazes por seguir a mesma linha distópica, mas não se enganem achando que é uma espécie cópia, Katniss e Malencia possuem apenas personalidades divergentes com motivos convergentes o bastante para terem histórias associadas, mas creio que o que diferencia as histórias é a forma com que Joelle se coloca no posto de leitor e personagem enquanto desenrola o fio da trama.

Dados:
Nome: O Teste
Autor: Joelle Charbonneau
Editora: Única
Lançamento: 2014
Nº de páginas: 320

Classificação: 

0 comentários: