Não tenha medo de amar

domingo, novembro 02, 2014 Cecilia Fernandes 0 Comments


O coração bate mais rápido, as mãos suam, as pernas tremem, a respiração fica ofegante, a pupila dilata e nem ao menos percebemos que tudo isso acontece quando olhamos para aquela pessoa que gostamos.

Muitas vezes sentimos medo de assumir tal sentimento, lutamos contra, desviamos o olhar, procuramos pensar em tudo que não esteja ligado a essa pessoa, tentamos com todas as nossas forças seguir em frente, mas no final de tudo uma pequena citação de um nome ou o simples som da voz já faz com que tudo volte.

Bem, minha dica é simples: não lute contra isso.

Sinta o amor com toda a intensidade possível, deixe-o fluir por suas veias, infiltrar-se na sua cadeia óssea e aos poucos consumir sua mente de um jeito tão bom que você passe a ver a vida de outro jeito, porque é isso que o amor faz com todo mundo: ele nos faz ver o mundo com outros olhos, intensifica as cores, os sons, os cheiros, os sabores e transforma tudo em um grande cenário cinematográfico daqueles filmes com final de tirar o fôlego

O amor pode doer, como diz o sábio: a tristeza é o intervalo entre duas felicidades, e completando tal fala: uma dessas felicidades vem com o ato de amar. Então procure amar as pessoas sem medo, diga a aquelas pessoas mais próximas de você o quanto as ama, distribua abraços verdadeiros e beijos por ai, seja sincero e revele com todas as letras: eu te amo e não se importe com as consequências, se não era pra ser siga em frente não é atoa que existem sete bilhões de pessoas no mundo.

0 comentários: