Filme: Detona Ralph

sexta-feira, setembro 12, 2014 Cecilia Fernandes 0 Comments


Alô, alô cinéfilos e aficionados por animação
O filme dessa vez é Detona Ralph um dos milhares filmes de animação que eu amo, embora não seja tão conhecido assim é um filme que gosto muito por ter sido indicada pela minha querida e amada cunhada (beijo Lu) que me fez assistir só quinhentas vezes até eu me apaixonar, pois é. Detona Ralph é um filme que me atraiu por mostrar a perspectiva do vilão e não a do mocinho e também por despertar dentro de mim um amor por antagonistas também.


Detona Ralph conta a história de Ralph (avá) um antagonista do jogo de fliperama chamado Conserta Félix Jr. onde existe um prédio que é destruído por Ralph e deve ser consertado por Félix  antes que o tempo acabe, quando Félix consegue fixar todos os destroços ele e os outros moradores desse prédio jogam Ralph da cobertura derrotando-o. Embora Ralph seja um ótimo vilão e faça seu trabalho tão bem quanto todos os outros (aliás ele trabalha mais que todos, mas tudo bem) gostaria de receber a atenção que os outros participantes do jogo dão a Félix já que este nunca convida Ralph para as festas comemorativas do jogo ou eventos sociais que acontecem na cobertura, onde se passa a maior parte da ação. 
Por ser o herói do jogo Félix sempre é presentado com uma medalha de ouro em sinal de seu bom serviço ao prédio e quando Ralph pergunta aos seus parceiros de trabalho o porquê dele não ganhar uma medalha eles o ridicularizam dizendo que ele não é nada além do vilão, para provar aos amigos que ele também é capaz de ser vilão Ralph abandona o próprio jogo, burlando uma regra geral do mundo dos personagens de videogame e acaba indo parar no jogo Missão de Herói um jogo de tiros que envolve uma espécie de apocalipse extraterrestre onde um planeta está sendo atacado e os soldados devem salvar a Torre, no final o soldado (que no caso é quem está jogando) recebe uma medalha. Ralph basicamente foge de medo por não saber como lidar com o jogo e estraga tudo, mas ele consegue pegar a medalha antes de fugir e acidentalmente acabar em um outro jogo totalmente oposto: Corrida Doce.


Como o próprio nome já diz o jogo é todo fofinho, ao contrário de Ralph que é bruto, o jogo é uma realidade doce onde ocorre uma corrida entre os Reinos Doces cada reino representa um doce, reino jujuba, reino chocolate e essas coisas meio zoadas. Lá Ralph conhece a adorável Vanellope von Schweetz uma adorável garota que só deseja poder participar da corrida como as outras pessoas pois sabe que foi feita para isso, mas a questão é que a garota é uma espécia de bug no jogo, ela não pode sair de lá e se ela ganhar a corrida o jogo simplesmente acaba. Esse bug foi criado quando o malévolo Rei Doce desconectou a garota do sistema do jogo por ela ser a melhor corredora de todas e consequentemente a pessoa que viria a ser a nova Rainha do Reino Doce tirando-o do poder. 
Ralph tem que ajudar essa garota a vencer a corrida e se tornar quem deseja ser enquanto procura um jeito de se tornar herói aos olhos dos amigos.  



O filme é um amor, de verdade. É aquele tipo de filme família mesmo com mensagem de amor, família, amigos e tudo mais. O filme nos ensina que podemos ser os vilões sem sermos os malvados, que ser o que somos é bom independentemente do que os outros digam, de que podemos sempre contar com os nossos amigos independente das situações.
É o tipo de filme com grandes e importantes mensagens para todos os públicos que mistura humor e situações reais em uma realidade totalmente fictícia e muito bem feita.


O dublador de Ralph é John C. Reilly, o de Félix é Jack McBrayer e o de Vanellope é a adorável Sarah Silverman, o filme é dirigido por Rich Moore e tem 1h48min de duração. É um filme que deve ser visto com um balde enorme de pipoca e com sua família no sofá, vale a pena, de verdade. Confiram mais dessa fofura em forma de animação com esse trailer aqui:



Detalhes:
Lançamento: 4 de janeiro de 2013
Dirigido por: Rich Moore
Gênero: animação, comédia, aventura
Duração: 1h48min
Nacionalidade: EUA
Classificação: 

0 comentários: