Filme: Ruby Sparks

quinta-feira, setembro 04, 2014 Cecilia Fernandes 0 Comments


Muita gente curtiu o último MFF (abreviei por motivos de praticidade) e eu decidi melhorar o formato da postagem com algumas imagens/gifs ou quotes do filme em questão.
O filme desse MFF é Ruby Sparks. Eu simplesmente amo esse filme, não existe necessariamente um motivo, mas eu o amo em todas as formas de conjugar o verbo amar. Foi indicado pela minha amiga Renata (beijos rê) e quando eu vi me apaixonei, praticamente toda minha família viu esse filme comigo e me mandou calar a boca enquanto eu repetia as falas, pois é, sou dessas.

O filme me conquistou simplesmente pelo enredo, também pelos protagonistas, mas principalmente pelo enredo. O filme narra a história de um escritor, Calvin Weir-Fields (Paul Dano), que após alcançar grande sucesso com o seu primeiro livro aos 19 anos enfrenta um bloqueio criativo - um daqueles enormes que não te ajudam a escrever nem uma postagem em uma rede-social, aquele bloqueio criativo que aos poucos consome sua alma, um bloqueio desses - e problemas na sua vida amorosa.
Então, após uma consulta com seu psiquiatra, Calvin chega em casa e começa a escrever sobre um personagem, uma garota na verdade, seu nome é Ruby Sparks (Zoe Kazan) uma garota pequena com cabelos avermelhados, olhos claros, sardinhas e bochechas rosadas. Ele passa a sonhar com ela todas as noites e se apaixona por ela aos poucos mesmo sabendo que ela não é real. Calvin põe todos os seus pensamentos, forças, foco e tempo sobre a escrita dessa personagem, escreve sua história de vida, desde o momento em que nasceu até os tempos atuais, escreve sua personalidade, seus gostos e desgostos, seus amores e medos, tão intensamente que... Ela se torna real.


Sim, ela se torna real. Basicamente Calvin acorda e a encontra em sua cozinha usando uma de suas blusas e comendo seu cereal matinal.
E ai as loucuras começam. No começo Calvin acha que está louco - quem não acharia? - por ver que uma personagem de sua mente saiu dela e criou vida do dia para a noite, mas com o tempo ele vê que isso era tudo que ele precisava. Mas não é tão simples assim, Calvin tenta escrever mais e percebe que isso modifica Ruby cada detalhe a mais ou a menos no manuscrito sobre Ruby modifica a personalidade dela, o jeito dela lidar com as coisas e afins.
E as coisas andam de um jeito cômico, trágico, divertido, romântico e imprevisível.


O que torna esse filme incrível é o fato de que Calvin, apesar de todas as suas complicações e atribulações, não passa de um escritor e sonhador que procurava em seus escritos uma fuga da realidade, além disso o filme mostra aos escritores - desde os amadores até os profissionais - o que aconteceria se um personagem da nossas histórias se tornasse real de forma romântica.
É um filme fofinho daqueles romances controversos, mas mesmo aquelas pessoas que não curtem esse tipo de gênero vão gostar do filme, nem que seja um pouco.


No elenco temos Chris Messina - como o irmão de Calvin - Antonio Banderas - como o pai de Calvin - Annete Bening - como mãe de Calvin - e outros e como bônus temos um roteiro escrito e um set produzido pela própria atriz que faz Ruby no filme, Zoe Kazan deu vida não só a protagonista, mas também a história toda. 
Assista o trailer e curta um pouco do que é esse filme incrível.



Detalhes:
Lançamento: 12 de outubro de 2012
Dirigido por: Jonathan Dayton
Gênero: comédia, fantasia, romance
Duração: 1h44min
Nacionalidade: EUA
Classificação: 

0 comentários: