Resenha: Feios - Scott Westerfeld

domingo, junho 29, 2014 Cecilia Fernandes 0 Comments

"Em um mundo de extrema perfeição, o normal é feio"
Sinopse: Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista – mas para se tornar bonita. No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá. Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se ela quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora. Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos – que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre.

Nessa primeira resenha minha - com direito a foto tirada por mim - falarei sobre o primeiro volume da Série Feios escrita pelo genial Scott Westerfeld que narra a história de Tally Youngblood, uma garota normal como todos nós que vive em uma sociedade onde ser normal significa ser feia, que está a algumas semanas de completar seus tão esperados 16 anos e se tornar perfeita como seu melhor amigo Peris e, finalmente, abandonar a Vila Feia onde a vida é monótona e sem graça e passar a viver em Nova Perfeição onde a sua única preocupação é a qual festa ir. 
Para Tally sua vida só irá começar no momento em que pisar em Nova Perfeição como uma jovem-perfeita pronta para festejar, mas a situação muda quando a mesma conhece Shay, uma feia jovem que não tem certeza que quer passar pela operação e prefere se arriscar além dos limites das cidades explorando um mundo completamente diferente e mostrando parte do que conhece a Tally que se surpreende ao ver que existe algo além do que é dito pelos professores e adultos no interior das cidades. 
Quando Shay foge para a Fumaça, um ambiente selvagem onde feios fugitivos vivem contra o sistema das cidades, colocando o sonho de se tornar perfeita de Tally em risco, as autoridades da organização secreta Circunstâncias Especiais oferecem a ela uma escolha: encontrar a Fumaça e trair sua amiga ou permanecer feia para sempre. 

"Qual a graça de ser perfeita e igual a todos?" 
- Shay
Além de ter um enredo envolvente e uma narrativa de tirar o fôlego o livro aborda sobre questões culturais, políticas e ambientais, tratando de forma crítica e ao mesmo tempo reflexiva com o objetivo de instigar o leitor a pensar mais e mais. 
Durante todo o livro, os conflitos nos levam a ler cada vez mais páginas a procura de um desfecho que SPOILER o nosso querido Scott tratou de não colocar nesse livro utilizando uma espécie de golpe de marketing e incentivando os leitores a comprarem o segundo livro Perfeitos - que está em minha booklist - que, de acordo com as minhas pesquisas, será tão bom quanto o primeiro volume da saga.
"O que você faz e como você pensa a tornam bonita."                                                    - David 
Outro ponto que vale a pena ressaltar é que o livro também nos trás uma grande reflexão sobre o que realmente é o "feio" e o "perfeito" nos mostrando, durante toda a história, que ser perfeito não significa ter beleza externa e sim interna, pois de nada adianta ter um corpo perfeito e ser vazio por dentro.
O livro me fez repensar diversos valores além de se mostrar muito mais interessante do que uma simples distopia sobre uma sociedade futurística. Mal posso esperar para ler o próximo livro e postar sobre ele aqui.
Dados:Nome: Feios
Autor: Scott Westerfeld
Editora: Galera Record
Lançamento: 2010 (Brasil)
Nº de páginas: 415
 

Classificação: 

0 comentários: